Banner - WorkShop - Premium - Marcelo Va

Barbera


A uva Barbera (Foto: reprodução/internet)

Variedade de uva muito antiga, que era usada para produzir vinhos de baixa qualidade. Devidamente tratada, hoje produz vinhos nobres.


Origem da uva


A Barbera é uma casta de uva da família vitis vinifera, usada na fabricação dos vinhos como o Barbera d’Alba e Barbera d’Asti. A uva teve origem na região do Piemonte, no noroeste da Itália, sendo a mais popular naquela região. Documentos antigos, disponíveis em antigas catedrais, apontam que a variedade já era cultivada na cidade de Casale Monferrato (Itália) desde o século XIII. Posteriormente, perdeu espaço na Itália para sua concorrente Nebbiolo.



As colinas de Monferrato, local de origem da Barbera (Foto: David Jones / Flickr)

Desde então, passaram a cultivá-la em terrenos melhores e perceberam que o vinho produzido apresentava o sabor de frutas vermelhas. Isso mostra que mesmo as variedades reconhecidas como menos nobres, podem se revelar importantes se forem tratadas adequadamente. Além de ser mais cultivada na Itália, foi também uma das primeiras plantadas no Brasil.



Onde é cultivada


Os imigrantes italianos plantaram a Barbera na Califórnia, escolhendo áreas mais quentes e terrenos mais pobres, como alternativa para produzir um bom vinho tinto. Com isso, a região hoje é uma grande produtora de vinho originado na Barbera. Califórnia e Itália são hoje os países com maior destaque na produção, seguido de Austrália e Argentina. A variedade é pouco plantada em outras regiões do mundo.



Principais regiões produtoras


  • Itália (~52.600 acres)

  • Estados Unidos (~7.000 acres)

  • Austrália (~2.000) acres)

  • Argentina (~1.300 acres)



Características dos vinhos


O vinho produzido com esta casta pode ser aquele leve do dia a dia ou o frutado escuro, com alta acidez, perfeito para ser envelhecido. Os Barberas (vinhos) são tintos que apresentam sabor e aroma de frutas vermelhas, como amora, ameixa, cereja e framboesa. Também é característico a sua elevada acidez.


A cor do vinho produzido com a Barbera (Foto: winefolly.com)

Por isso, combinam bem com molhos de anchova e brócolis e com pratos feitos a partir de carne de cordeiro. Também é devido a esta característica que os Barberas são um dos poucos tintos que harmonizam bem com salmão defumado. Trata-se portanto de um vinho tinto encorpado e mais ácido, bem ao gosto de quem prefere essa categoria do fermentado de Baco.



Acesse os conteúdos e aulas gratuitas de vinhos

©2020 por SENSORY BUSINESS e Prof. MARCELO VARGAS

contato@sensorybusiness.com - Tel: (51)  99327-3465